Braço mecânico para manutenção de caminhões: veja como empregados inovaram em prol da segurança

Alinhados ao valor ‘A vida em primeiro lugar’, empregados da Oficina de Manutenção de Onça Puma, em Ourilândia do Norte, no Pará, se mobilizaram para fazer a diferença e desenvolver uma inovação em prol da segurança do trabalho. Para realizar a manutenção do kit de embreagens dos caminhões, formado por peças que pesam 47 quilos, mecânicos da unidade precisam içar o equipamento semanalmente. Visando a redução de risco de acidente, a área criou a Aranha Vertical, um dispositivo de elevação para remoção e instalação de embreagem.

​Já em processo de patente, a inovação elimina em 100% o risco potencial da queda do conjunto de embreagem, já que este fica suspenso mecanicamente. Foi desenvolvido ainda um eixo guia que garante maior segurança no ponto de apoio da embreagem, o que permite a desmontagem e montagem dos componentes com mais segurança.

“O processo para retirar o kit de embreagens exigia um esforço físico intenso”, conta Rosiel Alves dos Santos, mecânico da Oficina da Unidade de Onça Puma, que participou desse processo de criação da inovação. Segundo ele, o projeto de desenvolvimento da Aranha Vertical levou cerca de um ano. “Desenvolvemos o equipamento dentro da oficina com as ideias de toda a equipe. Primeiro, criamos uma ferramenta em forma de tesoura até chegar no braço mecânico. Fomos melhorando até que o equipamento ficasse perfeito para atender as nossas necessidades”, orgulha-se.

 A Aranha Vertical trouxe outros benefícios no dia a dia da equipe: reduziu de 56 para 14 minutos o tempo necessário para a manutenção das embreagens. Antes, a tarefa levava cerca de uma hora para ser realizada e precisava do apoio de dois empregados para levantar e outro para mexer nas peças. Além disso, o eixo criado para desmontagem e montagem também serve para tirar o volante do motor, uma peça que pesa 99 quilos. Em 2015, o braço mecânico ganhou o primeiro lugar na categoria de Saúde e Segurança da Exposição de CCQ da Unidade.

0
0