Carreiras da mineração: entenda quem é e o que faz o Blaster

Profissional é responsável por analisar todos os riscos ligados à atividade de manuseio de explosivos e acessórios

Na mineração, uma das atividades necessárias para extração, é o desmanche de rochas com o uso de explosivos. Por se tratar de um procedimento complexo, é essencial que seja feito com segurança, planejamento e a coordenação de profissionais altamente capacitados. Para garantir que este plano seja realizado com segurança e dentro das exigências necessárias, as mineradoras contam com um profissional especializado nessa atividade: o Blaster.

Na CMOC Brasil, este profissional é o Vladmir Garcia. Empregado da Niobras desde 2015, Vladmir é o responsável por analisar todos os riscos ligados à atividade de manuseio de explosivos e acessórios, controlar a entrada e saída do paiol (local que se destina ao armazenamento de explosivos), além de coordenar o Plano de Fogo. “Este plano contém todas as informações referentes à detonação, como a análise da área onde acontecerá a detonação, diâmetro e profundidade da perfuração das rochas, tipo de explosivo e carga que serão utilizados, todos os aspectos ambientais, além da ocupação da área próxima à detonação”, explica o técnico.

Para se tornar um Blaster existem cursos de capacitação com aulas práticas e teóricas de explosivos, acessórios de detonação, plano de fogo e segurança, voltados para profissionais que já possuem formação em mineração (técnico e tecnólogo), engenharia, geologia e em segurança do trabalho. Para poder exercer essas atividades, é necessário apresentar a habilitação de Blaster, sendo necessário realizar testes que comprovem os conhecimentos.

A CMOC, reforçando seu compromisso com a segurança, cumpre com todas as exigências para realização das atividades de Blaster, respeitando a legislação e normas do Exército Brasileiro, e mantém atualizadas todas as documentações referentes às atividades de detonação.

Sobre a CMOC

A CMOC Brasil é uma subsidiária da CMOC, companhia global com um diversificado portfólio de ativos, incluindo operações na China, Austrália e República Democrática do Congo. Atua no País com mineração e beneficiamento de nióbio e fosfatos, nas cidades de Catalão e Ouvidor (GO) e Cubatão (SP), por meio de suas empresas Niobras e Copebras. No Brasil, gera mais de 3 mil empregos diretos, em suas três plantas industriais e duas minas. Acesse www.cmocbrasil.com e conheça mais sobre a CMOC Brasil e suas operações.

0
0