CBA realiza 1º Ciclo do programa Parceria Votorantim pela Educação em Niquelândia (GO) e Uruaçu (GO)

PVE incentiva melhorias na educação pública dos municípios


Oficina Criativos – crédito: divulgação 

No mês de abril, a Unidade Niquelândia da CBA realizou o 1º Ciclo do programa Parceria Votorantim pela Educação no norte goiano. As ações são divididas em quatro ciclos de atividades, por meio da frente de Apoio à Gestão Educacional, para técnicos da Secretaria de Educação e Gestão Escolar para diretores e coordenadores pedagógicos das escolas. Outra frente do PVE é a de Mobilização Social, que envolve alunos, familiares e comunidade em geral, tendo como foco atividades voltadas ao incentivo à leitura.

Na cidade de Uruaçu, as atividades foram realizadas de 2 a 5 de abril. O município está entre as localidades contempladas pela ampliação do programa no País em comemoração ao centenário da Votorantim. O tema que norteia os trabalhos deste ano, para todos os municípios, é “Gestão com Foco na Aprendizagem”, que visa apoiar o gestor a priorizar o foco de atuação e estabelecer plano de ação com vistas à garantia da aprendizagem dos alunos. Durante a capacitação, foi proposta a elaboração de um plano de ação para ser executado tanto pela Secretaria de Educação quanto pelas escolas municipais. Também foi apresentado o concurso Criativos da Escola, uma iniciativa que incentiva o protagonismo de professores, pais, alunos e comunidade na elaboração de projetos que transformem realidades de pessoas, espaços públicos ou escolas.

“Estão todos entusiasmados com o PVE, sobretudo com o Criativos da Escola. A qualidade do ensino melhorará muito com o auxílio do programa. Nosso principal desafio atualmente é ajudar as crianças a interpretar textos e, assim, tomar mais gosto pela leitura, entendendo de fato o que leem. Com o PVE acreditamos que conseguiremos superar este desafio em sala de aula e ajudar as crianças a evoluírem na aprendizagem”, afirmou a gestora das escolas da zona rural de Uruaçu, Angelita Fonseca Filho Alves.

Uma década de atividades – Em Niquelândia, onde o PVE é realizado há 10 anos, o 1º Ciclo foi promovido de 23 a 25 de abril. Participaram das atividades de formação técnicos da Secretaria de Educação, além de diretores e coordenadores pedagógicos das escolas municipais. “Ao longo destes 10 anos de programa, a educação no município avançou consideravelmente, o que se refletiu no Ideb. Isso é resultado de uma formação continuada que faz toda a diferença para aprimorarmos constantemente a qualidade do ensino que oferecemos. Por isso, a nossa expectativa em contar mais uma vez com o programa é muito positiva porque sabemos que iremos crescer ainda mais”, afirmou o técnico pedagógico da Secretaria de Educação de Niquelândia, Wesley Campos Gomes Sales.

O concurso Criativos da Escola também foi apresentado, para jovens e professores, durante oficina realizada na Casa Bela Eventos como parte das atividades de Mobilização Social. A secretária de Assistência Social de Niquelândia, Carmen Lúcia Costa de Oliveira Ferreira, gostou da dinâmica proporcionada pelo PVE na frente de Mobilização Social. “O encontro de Mobilização Social promovido no 1º Ciclo do PVE fez brilhar meus olhos. Oportunizar a leitura a todos faz com que tenhamos uma visão ampla para o futuro. Com os desafios que a nossa cidade enfrenta, o PVE traz ânimo aos profissionais e a toda a comunidade que busca melhorias na educação” afirmou Carmen Lúcia.

“No ano do centenário da Votorantim, é muito bom ampliar o PVE no norte goiano. Iniciamos o programa com sucesso nos dois municípios e acreditamos que Uruaçu já perceberá as melhorias neste ano assim como Niquelândia, que já tem o programa como uma referência para a busca de avanços na educação”, ressaltou Marcos Antônio Augusto, gerente de fábrica da Unidade Niquelândia da CBA.

Sobre a CBA

Fundada em 1955, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) é a mais tradicional e a primeira indústria nacional fabricante de alumínio do País. A Companhia, pertencente ao portfólio de negócios da Votorantim S.A, é também a única da América Latina a atuar com operação totalmente integrada, realizando desde o processamento de bauxita até a produção de alumínio primário (lingotes, tarugos, vergalhões e placas) e de transformados (chapas, bobinas, folhas e perfis). Com sede localizada na cidade de Alumínio (SP), onde ocupa 700 mil m² de área construída, a CBA também possui três plantas de mineração de bauxita, instaladas nos municípios de Miraí, Itamarati de Minas e Poços de Caldas, em Minas Gerais, além de uma empresa de reciclagem de alumínio, na cidade de Araçariguama (SP). A atuação da CBA está voltada, principalmente, para prover soluções e serviços para a indústria brasileira com foco nos setores de embalagens e transportes; bem como para os mercados de bens de consumo, energia e construção civil através de parceiros estratégicos. Com a reestruturação organizacional realizada em julho de 2016, a gestão das operações do Níquel passou a ser responsabilidade da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA).

0
0