CBMM pode investir R$ 3 bilhões para ampliar capacidade produtiva

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) considera a possibilidade de investir, ao menos, R$ 3 bilhões em expansão de capacidade produtiva, caso a demanda siderúrgica pela liga metálica continue crescendo rapidamente nos próximos anos no embalo de pedidos da China. A empresa é controlada pelo grupo Moreira Salles.

Em entrevista à Reuters, o presidente-executivo da CBMM, Eduardo Ribeiro, disse que a empresa terá de ampliar a capacidade da mina em Araxá (MG) para além das 150 mil toneladas projetadas para o final de 2020, ante 110 mil toneladas atualmente, se a demanda pelo seu produto seguir crescendo a uma taxa de 10% ao ano até 2021.

Se confirmado, o investimento elevaria a capacidade de produção de ferronióbio da CBMM —que tem também como sócios chineses (15%) e sul-coreanos e japoneses (15%)— para pelo menos 210 mil toneladas/ano.

Clique aqui e acesse a entrevista completa produzida pela Reuters. https://br.reuters.com/article/idBRKCN1T72TP-OBRTP

1
0