Centro de Operações Integradas completa um ano de funcionamento

A integração da cadeia de valor de Ferrosos, por meio do Centro de Operações Integradas (COI), é uma realidade na Vale. Iniciado em 2017, o COI trouxe um novo modelo de trabalho para o negócio, baseado no “ótimo local x ótimo global”, ou seja, na sinergia e colaboração em prol de resultados globais. Hoje, é um dos responsáveis pelo aumento da margem de lucro do minério de ferro, melhorando nossa agilidade para resposta às oscilações do mercado e análise de oportunidades.

Neste mês, o Centro de Operações Integradas Global completa um ano. Localizado em Nova Lima (MG), o COI Global é responsável pelo planejamento de médio prazo de Ferrosos, da mina até o cliente, reunindo equipes no Brasil, China, Malásia, Singapura e Suíça. Atualmente, avança no desenvolvimento de novas ferramentas de tecnologia para suporte à tomada de decisão, otimização e gestão de informação em toda a cadeia.

Evolução: COI dos Corredores e Centro de Excelência

Além do COI Global, o modelo também conta com o Centro de Excelência e o COI dos Corredores. O Centro de Excelência, implementado no fim de 2017, atua para alavancar, em conjunto com as engenharias e as áreas operacionais, o desempenho dos processos e ativos de toda a cadeia de valor do minério de ferro e carvão. O COI dos Corredores, responsável pela programação e controle da mina ao porto no Brasil, finalizou a fase de desenho do novo modelo em agosto deste ano, e já iniciou a fase de implantação em conjunto com as equipes dos corredores Norte e Sudeste.

0
0