ArcelorMittal adere à Coalizão Empresarial para Equidade Racial e de Gênero

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A ArcelorMittal Brasil, produtora de aço líder na América Latina, adere formalmente, no dia 20/11 (sexta-feira), à Coalizão Empresarial para Equidade Racial e de Gênero. O termo de adesão será assinado pelo Presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO ArcelorMittal Aços Planos América do Sul, Benjamin Baptista Filho, e pelo CEO Aços Longos Latam e Mineração Brasil, Jefferson De Paula.
A data da adesão foi escolhida por coincidir com o Dia da Consciência Negra, o mais importante reconhecimento aos descendentes de africanos, e da morte de Zumbi dos Palmares, líder negro que lutou contra o sistema escravista no Brasil.
“A adesão à Coalizão nos coloca ao lado de outros parceiros empresariais que buscam, em um esforço coletivo, superar a desigualdade de raça e de gênero nas organizações”, afirma Benjamin Batista Filho. “Estamos formalizando para a sociedade o compromisso que já temos internamente de tornar nossa empresa mais diversa e inclusiva”, complementa Jefferson De Paula.
A Coalizão Empresarial para Equidade Racial e de Gênero é um fórum permanente de promoção da diversidade no mercado de trabalho, mantido pelo Instituto Ethos, o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT) e o Institute for Human Rights and Business (IHRB), com o apoio do Movimento Mulher 360 e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Ao longo dos dias 18, 19 e 20 de novembro, a ArcelorMittal realizará uma série de atividades durante a chamada “Semana da Consciência Negra”. Este será o segundo ano em que o evento é promovido pela empresa, por meio de seu Grupo de Diversidade Racial, que reúne empregados voluntários e que é apadrinhado pelo Vice-Presidente de Operações de Aços Planos da ArcelorMittal Brasil, Erick Torres.
“A Semana da Consciência Negra é um momento a mais para refletirmos sobre a forma como agimos e o que estamos fazendo, efetivamente, para dar conhecimento e valorizar a cultura negra bem como combater o racismo e qualquer forma de discriminação. Nesse sentido, as empresas têm papel fundamental na disseminação de boas práticas e de uma cultura diversa, inclusiva, íntegra, respeitosa e empática. Somente por meio da conscientização e educação construiremos uma sociedade mais justa e igualitária”, destaca Erick Torres, que é o primeiro vice-presidente negro na história da ArcelorMittal Brasil.
Há pouco mais de um ano, a ArcelorMittal lançou seu Programa de Diversidade e Inclusão. Esse programa foi responsável pela criação do Grupo de Diversidade Racial e dos grupos de afinidade LGBTI+, de Equidade de Gênero e de Pessoa com Deficiência. Atualmente, cerca de 1.300 empregados participam ativamente como voluntários e aliados do Programa, sugerindo ações, projetos, promovendo reflexões e ajudando a disseminar a causa dentro e fora da empresa.
0
0