Yamana Gold antecipa pagamento a fornecedores na Bahia

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A Yamana Gold, através da subsidiária Jacobina Mineração e Comércio (JMC), declarou que vai adiantar o pagamento de seus fornecedores de Jacobina (BA), que vêm enfrentando dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a companhia, os parceiros passarão a receber em sete dias, em vez dos 30 dias acordados anteriormente.

Ao todo, na primeira semana do procedimento, 44 fornecedores locais dos mais diferentes setores, como hotelaria, autopeças e materiais de construção, serão beneficiados com o adiantamento de pagamentos de valores que somam mais de R$ 1 milhão.

Operação subterrânea da Yamana.

A expectativa da Yamana é que os pagamentos em sete dias continuem a ocorrer enquanto a crise do coronavírus seguir prejudicando os seus fornecedores jacobinenses.

Atualmente, a Jacobina mineração e Comércio gasta em média R$ 8,6 milhões na compra de materiais e na contratação de serviços de fornecedores locais.

“Desde o começo da pandemia causada pelo coronavírus, a JMC está engajada em apoiar o município de Jacobina em diversas ações, como doação de material de proteção, cestas básicas, equipamentos para o hospital. Mas sempre acreditamos que, além de uma crise na saúde, enfrentaríamos uma crise econômica em nossa região e essa é uma das formas que encontramos para minimizar esses impactos no comércio local”, disse o gerente-geral da JMC, Edvaldo Amaral.

A mineradora Vale também adotou essa medida, anunciada em abril, de antecipar o pagamento aos seus fornecedores. O pacote de ajuda da mineradora chegou a quase R$ 1 bilhão em um mês. As informações são da mídia local.

Fonte: Notícias de Mineração

#MineraçãodoBrasil #MineraçãoContraoCovid19

1
0