Futuro da mineração será debatido no 13º Simpósio Internacional de Ouro e Prata

Evento ocorre entre os dias 29 a 31 de maio, em Lima (Peru)


Última edição do Simpósio Internacional de Ouro e Prata – Crédito: Divulgação 

O Peru fortalecerá sua posição como um dos cinco principais países produtores de ouro e prata no mundo, se aproveitar ao máximo as reservas desses dois metais identificados em seu território, segundo informações da Sociedade Nacional de Mineração, Petróleo e Energia (SNMPE).

A organização, sem fins lucrativos formada por grandes empresas de mineração e energia que operam no Peru, informou que o país atualmente é o principal produtor de ouro da América Latina e o sexto do mundo com uma produção anual de 153 toneladas. De acordo com estudos realizados pelo Instituto Geológico, Minerado e Metalúrgico do Peru (INGEMMET), as reservas deste metal precioso são estimadas em 244 milhões de onças (6.915 toneladas). Quanto à prata, o Peru é o segundo maior produtor da América Latina e do mundo, com uma produção anual de mais de 4.375 toneladas. As reservas de prata são estimadas, de acordo com o INGEMMET, em 8.604 milhões de onças (243 mil toneladas).

O futuro desses metais e de toda mineração peruana será abordado no 13º Simpósio Internacional de Ouro e Prata. O evento, promovido pela SNMPE, será realizado no período de 29 a 31 de maio deste ano, na cidade de Lima (Peru).

Mais informações em http://www.snmpe.org.pe/

 

0
0