ArcelorMittal oferece treinamento de professores para ensino à distância

A ArcelorMittal Mineração Serra Azul, em parceria com as prefeituras de Itatiaiuçu e Mateus Leme, deu início, nesta quinta-feira (16), ao Projeto de Ensino Remoto de Emergência, que visa capacitar professores do ensino fundamental das escolas municipais nas melhores práticas de educação à distância.

O projeto é uma iniciativa da Fundação ArcelorMittal e conta com a assessoria técnica da Sincroniza Educação – empresa de consultoria especializada na formação de professores e na implementação de tecnologias educacionais. A ação tem o objetivo de formar e apoiar os professores para o ensino remoto durante o período de suspensão das aulas presenciais em função da pandemia do Coronavírus.

Todas as escolas públicas municipais de ensino fundamental de Itatiaiuçu e Mateus Leme terão representantes nos grupos de discussão e de formulação metodológica para o ensino remoto. Eles serão os multiplicadores e implementadores nas escolas das metodologias desenvolvidas.

O projeto será desenvolvido em dois formatos: por meio de teleconferências, nas quais os profissionais da Sincroniza Educação farão exposições de ferramentas, metodologias e melhores práticas desenvolvidas para esta categoria de ensino; e em reuniões temáticas dos grupos de discussão, nas quais serão buscadas soluções para a implementação das metodologias apresentadas diante das realidades locais.

As teleconferências acontecerão quinzenalmente, sempre às quintas-feiras, às 9h, com transmissão pelo YouTube e serão abertas a todos os professores das redes públicas de Itatiaiuçu e Mateus Leme. Já as reuniões temáticas, serão fechadas aos participantes dos grupos de discussão selecionados pelas escolas.

“Começamos a ministrar aulas não presenciais, mas não tínhamos orientação nesse sentido, aprendemos na prática. Esse projeto servirá para estabelecermos uma metodologia mais eficiente de ensino à distância”, afirmou Márcio Afrânio Santiago, secretário de Educação de Mateus Leme.

O projeto também foi elogiado por Sheila Esteves, secretária de Educação de Itatiaiuçu. “É mais uma parceria firmada com a Fundação ArcelorMittal que chega na hora exata. A iniciativa busca solucionar uma questão nova para todos nós, que é a impossibilidade do funcionamento físico das escolas”, disse Esteves.

Além de Itatiaiuçu e Mateus Leme, o projeto será replicado pela Fundação ArcelorMittal nas cidades de João Monlevade e Santos Dumont, em Minas Gerais, e Piracicaba, em São Paulo. “Nos cinco municípios em que estamos atuando serão treinados mais de 400 professores do ensino fundamental nos grupos de discussão, o que correspondem a faixa etária de alunos entre seis e 12 anos”, afirma Bianca Ceres Teixeira, pedagoga e gerente de projetos da Sincronia Educação.

As teleconferências, abertas a todos os professores, terão como temas as boas práticas, as estratégias para engajar famílias, metodologias para acompanhar a aprendizagem e ferramentas para potencializar o ensino on-line. Também serão discutidas alternativas para o ensino à distância para as famílias que não possuam acesso, ou tenham acesso restrito, à internet.

0
0