O IBRAM

Segurança

Inovação

Responsabilidade

Uma nova perspectiva de futuro para a mineração brasileira.

O IBRAM é uma organização privada, sem fins lucrativos, com mais de 130 associados, responsáveis por 85% da produção mineral do Brasil. Traz consigo a essência e a força da verdadeira.

#MineraçãodoBrasil

Essa mineração é aquela alinhada à sustentabilidade. Indutora das boas práticas de ESG (meio ambiente, responsabilidade social e governança) em tudo o que faz. Ética e transparente em seus relacionamentos com as pessoas. Inclusiva. Influente e parceira nas iniciativas promotoras do desenvolvimento socioeconômico e de qualidade à vida das pessoas em geral.

Todas as ações do IBRAM são direcionadas a construir uma nova perspectiva de futuro para a mineração brasileira, traçando estratégias e liderando a transição do setor para um cenário ainda mais produtivo. Com sustentabilidade, segurança e responsabilidade com todos à sua volta.

Nesse sentido, o IBRAM trabalha para fortalecer as relações entre mineradoras e os diversos públicos, como seus profissionais e fornecedores, o governo e a sociedade. Age também para conectar o setor. Incentiva a inovação, difunde conhecimento, fomenta e dissemina boas práticas e articula oportunidades de negócio e de desenvolvimento para a indústria mineral.

O IBRAM está sempre aberto e disposto ao diálogo com outras organizações, públicas e privadas, com conhecimento de causa, compromisso e competência. Para ouvir, compreender, propor, negociar, motivar, engajar e unir.

Sustentável, responsável, mais próxima das pessoas e parceira do desenvolvimento do País – esta é a verdadeira Mineração do Brasil.

A nova marca

O símbolo da marca do IBRAM é o "M" da nova Mineração do Brasil. A mineração que a gente quer. Que vai construir uma nova perspectiva de futuro. Com o IBRAM como catalisador. Articulador. E porta-voz.

Com uma base sólida e, ao mesmo tempo, um movimento ascendente, ele é formado por quatro partes – IBRAM, setor mineral, governos e sociedade. Com objetivos e sonhos em comum. De transformação.

Em contraste com as linhas retas e os ângulos, o símbolo tem um canto arredondado. Isso traz interesse para o olhar. Cria uma conexão formal com o lettering. E torna a marca ainda mais amistosa.

Inspirado pelo conceito de isonomia, o lettering – especialmente desenhado – tem as hastes horizontais alinhadas. Cada letra ocupa o mesmo espaço visual e tem a mesma espessura. É estruturado. Institucional. Elegante.

Razão de ser do IBRAM, a Mineração do Brasil agora é parte indissociável de sua marca. Como uma tagline. Integrada através do uso das mesmas letras criadas para o lettering. Numa solução contemporânea. Inteligente.

Os tons de azul e verde combinam e contrastam. E tornam a marca ainda mais proprietária. Uma bandeira. Falam de sustentabilidade, tecnologia e transparência. Competência e qualidade de vida. Solidez e credibilidade.

O resultado final é potente. E ao mesmo tempo leve. Lettering e símbolo em sintonia: um organismo pronto para novos desafios. Novas ideias. Novos caminhos. Rumo ao futuro sustentável. Da Mineração do Brasil.

Marca de quem faz o que faz com muita segurança. Responsabilidade. E inovação.

"...mineração significa mais qualidade de vida, mais desenvolvimento socioeconômico."

Presidente do Conselho Diretor do IBRAM
Wilson Nélio Brumer

A Mineração do Brasil é como um ser vivo. Afinal, ela é feita por pessoas e para pessoas, ou seja, reúne um contingente de profissionais altamente gabaritados, dedicados em tudo o que fazem. E, com sua atuação, eles proporcionam benefícios diretos e indiretos à coletividade.

São benefícios expressos em geração de empregos e de renda, de negócios, de oportunidade de carreiras profissionais, de tributos ao poder público, de abastecimento das cadeias produtivas para o Brasil ir adiante.

O fato é que a mineração busca evoluir sempre e é notório como está avançando o processo de transformação positiva do setor no país, rumo a práticas globais mais sustentáveis, com maior nível de responsabilidade em relação às pessoas e ao meio ambiente e, ainda, cada vez mais segura.

Este é o retrato da verdadeira Mineração do Brasil. A produção de minérios deve ser compreendida com toda a sua relevância e importância para outras indústrias. Do agronegócio à siderurgia, da geração de energia limpa à produção de remédios e equipamentos hospitalares.

Em termos de economia, por exemplo, os minérios são a base de quase tudo o que as indústrias fabricam. A exportação gera divisas fundamentais para manter a balança comercial equilibrada, bem como para a estabilidade da economia. As mineradoras são, também, centros irradiadores de oportunidades para extensas cadeias produtivas, formadas por empresas pequenas e grandes, da indústria, do atacado, do varejo, dos serviços.

Ou seja, para resumir, mineração significa mais qualidade de vida, mais desenvolvimento socioeconômico. E os brasileiros passam a perceber cada vez mais essas características marcantes.

Em muitas localidades pelo Brasil, em especial as mais distantes dos grandes centros, são as mineradoras algumas das principais responsáveis por prestar apoio ao atendimento das demandas das comunidades. Elas se colocam como parceiras do desenvolvimento das pessoas.

Sustentabilidade, responsabilidade social e com o meio ambiente, governança e segurança operacional são as bases gerais desse processo, que tem o IBRAM e suas associadas como protagonistas. É um esforço setorial voluntário de longo prazo e que está aberto tanto à participação popular quanto ao acompanhamento e controle por parte da sociedade.

Desenvolvemos em conjunto um documento-mestre, chamado “Carta Compromisso do IBRAM Perante a Sociedade".

Ele estabelece uma série de compromissos em doze áreas de atuação do setor mineral para servir como um guia rumo a patamares mais elevados de sustentabilidade:

Segurança operacional;

  • Barragens e estruturas de disposição de rejeitos;
  • Saúde e segurança ocupacional;
  • Mitigação de impactos ambientais;
  • Desenvolvimento local e futuro dos territórios;
  • Relacionamento com comunidades;
  • Comunicação & reputação;
  • Diversidade & inclusão;
  • Inovação;
  • Água;
  • Energia;
  • Gestão de resíduos.

Este é um movimento muito complexo. Já está promovendo mudanças no dia a dia, nos processos produtivos, nos comportamentos dos profissionais, nas posturas corporativas e também na cultura empresarial.

"O IBRAM deve representar, perante os diversos públicos, a verdadeira essência da Mineração do Brasil."

Diretor-Presidente do IBRAM
Flávio Ottoni Penido

Justamente por estar à frente de várias iniciativas com o propósito de estabelecer as bases de uma mudança positiva da Mineração do Brasil, bem como de provoca-la, ao engajar diversos atores para esse esforço setorial coletivo, o IBRAM também acompanha esse movimento em seu âmago.

O IBRAM deve representar, perante os diversos públicos, a verdadeira essência da Mineração do Brasil.

Portanto, o Instituto não deve espelhar apenas a mineração que produz toneladas expressivas de minérios; ou a que exporta e gera divisas; ou então simplesmente a que se articula e gera oportunidades a muitas cadeias produtivas. Ao olhar para o IBRAM, temos que ter a certeza que as pessoas identifiquem uma organização sólida que é a expressão da realidade da mineração praticada no país:

  • É uma atividade empresarial dedicada a expandir e a qualificar permanentemente suas práticas de ESG, sigla em inglês para se referir às melhores práticas ambientais, sociais e de governança. A própria Carta Compromisso (clique aqui para ler a respeito) é um forte instrumento para cumprir esse objetivo;
  • A mineração está entre os setores industriais que menos emite Gases de Efeito Estufa (GEE);
  • Ela apresenta altos índices de reúso de recursos hídricos;
  • Preserva ou conserva a maior parte das áreas concedidas para a atividade mineral e a mineração moderna promove a recuperação das áreas que foram alvo da produção mineral, durante a existência das minas e também após sua exaustão;
  • Tem por característica ser uma atividade de baixa extensão territorial e, sendo assim, todo o setor mineral industrial ocupa apenas 0,6% do território nacional;
  • É um dos principais aportadores de recursos e fomentadores de inovações tecnológicas e, por isso, agrega muito valor a cada grama de minério produzido, destinado ao mercado interno ou externo;
  • Faz a diferença ao gerar tributos e originar negócios para extensas cadeias produtivas em regiões Brasil afora, contribuindo para elevar a qualidade de vida dos cidadãos;
  • É parceira de 1ª hora das comunidades, ainda mais das que não encontram plena assistência do Estado.

Certamente. Estamos, na verdade, construindo um novo marco na história da Mineração do Brasil, ao promovermos novos patamares evolutivos de sustentabilidade e segurança operacional, entre outros pontos importantes relacionados ao setor. Estamos dando uma guinada em nosso posicionamento para atrair a atenção e a participação das pessoas para a verdadeira realidade e as perspectivas positivas da mineração brasileira.

Além de buscarmos maior interação com o público externo, esse esforço setorial e coletivo de promover uma ampla e significativa transformação do setor mineral recebe o apoio e a participação de diversos outros agentes indiretos, ou seja, que necessariamente nem integram o setor mineral.

Ao avaliarmos as melhores estratégias para conduzirmos essa transformação, para comunica-la adequadamente, para atrair a atenção dos diversos públicos e interagir intensamente com as pessoas, nos vimos diante do desafio de expressar toda essa movimentação, inclusive, graficamente.

A evolução de nossa marca, da própria identidade do IBRAM, precisava também ser observada pelas pessoas em nossas atividades, o que se torna um grande facilitador para que passem a compreender nossos objetivos.

A nova logo consolida esta transformação. Demonstra o nosso propósito de construir uma nova perspectiva de futuro para a Mineração do Brasil, sendo o principal catalisador das mudanças, para desenvolvimento de uma narrativa histórica, capaz de construir uma realidade, mais sustentável, mais segura. Exatamente como a mineração precisa se mostrar à sociedade.

Depoimentos