Mineração sustentável é tema de encontro entre representantes do IBRAM, MAC e CAEM

A Mineração empresarial sustentável foi tema central do jantar que ocorreu em Toronto (Canadá) na última segunda-feira (6.3) e reuniu representantes do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), da Cámara Argentina de Empresarios Mineros (CAEM) e da Mining Association of Canada (MAC).

No encontro foram debatidos assuntos ligados às estratégias, passos e prazos para adoção do Towards Sustainable Mining (TSM),  programa da Mining Association of Canada (MAC), no Brasil. “ O TSM é o conjunto de ferramentas e indicadores para impulsionar o desempenho e garantir que os principais riscos de mineração sejam gerenciados de forma responsável nas instalações industriais. Esses indicadores ajudam a mostrar o desempenho atual da indústria e como ela pode ser melhorada”, afirma o diretor de Assuntos Ambientais do IBRAM, Rinaldo Mancin.

A reunião fez parte da agenda paralela do IBRAM durante a convenção anual da Prospectors and Developers Association of Canada (PDAC), evento que ocorre até a próxima quinta-feira (8.3) em Toronto.

Estiveram presentes no jantar o presidente da MAC, Pierre Gratton, o diretor de Sustentabilidade da MAC, Ben Chalmers,  a diretora de Sustentabilidade da Cámara Argentina de Empresarios Mineros (CAEM), Graciela Keskiskian, o diretor executivo da CAEM, Gustavo Koch, o vice-presidente de Exploração Mineral e Tecnologia da Nexa Resources, Jones Belther, o gerente de Saude e segurança Vale no Canadá, Lyle Safronetz, o diretor de Sustentabilidade do IBRAM, Rinaldo Mancin, e o diretor de Comunicação, Paulo Henrique Soares.

Sobre o TSM

O programa foi estabelecido em 2004 e seu principal objetivo é permitir que as empresas de mineração atendam às necessidades da sociedade de minerais, metais e produtos energéticos da maneira mais social, econômica e ambientalmente responsável. Os pontos fortes do programa são:

Responsabilidade: a participação no TSM é obrigatória para todos os membros da MAC. As avaliações são realizadas no nível da instalação onde a atividade de mineração ocorre – o único programa no mundo a fazer isso no setor. Isso proporciona às comunidades locais uma visão significativa de como uma mina próxima está indo.

Transparência: os membros comprometem-se com um conjunto de princípios orientadores da TSM e relatam seu desempenho em relação aos 23 indicadores do programa anualmente nos Relatórios de progresso do TSM da MAC. Os resultados de cada instalação estão disponíveis publicamente, e são verificados externamente a cada três anos.

Credibilidade: o TSM inclui a consulta contínua em um Painel Consultivo da Comunidade Nacional de Interesse (COI). Este grupo ajuda os membros e comunidades de interesse a promover o diálogo, melhorar o desempenho da indústria e moldar o programa para o avanço contínuo.

0
0