Mining Lab 2, programa de apoio a start-ups da Nexa Resources, recebe 186 inscrições

Utilizado em fertilizantes, o óxido de zinco comercializado pela Nexa, além de registrado no MAPA, agora tem certificado internacional de pureza
PERU Março 2017 – Votorantim / Milpo – Cerro Lindo

O programa de inovação aberta da mineradora Nexa Resources (ex-Votorantim Metais), o Mining Lab 2, encerrou a fase de inscrições no último 31 de março com 186 projetos cadastrados. A maior parte das propostas inscritas é de start-ups brasileiras – 96 no total –, seguidas por Peru (62), Canadá (13), Chile (10) e EUA (5).

 O Mining Lab 2 tem o objetivo de atrair projetos inovadores para serem aplicados na indústria da mineração e vai investir até US$ 2,4 milhões nos finalistas no modelo equity free.

 Das cinco áreas de interesse do ML2, automação foi a que recebeu o maior número de inscrições (71 projetos), seguida por logística (41), IoT e TI (32), economia circular (28) e recuperação mineral (15).

 As start-ups concorrentes passarão agora por uma pré-seleção de onde sairão 36 para participar de um treinamento online. A partir daí, um novo corte levará 24 projetos para um boot camp, de onde sairão 12 start-ups finalistas, que terão um ano para desenvolver o projeto com o apoio dos profissionais da Nexa e acesso às unidades da mineradora para testar os protótipos e a aplicação deles na indústria.

 O objetivo da Nexa com o Mining Lab é apoiar o desenvolvimento de ideias inovadoras e aplicá-las em seus processos industriais para aumentar a automatização das minas e utilizar os avanços tecnológicos para elevar a eficiência na mineração.

 

1
0