Nexa diz que impacto do coronavírus ainda é incerto

A Nexa Resources afirmou que ainda é incerto o impacto que o surto de coronavírus pode causar em seus negócios. Por isso, além de tomar medidas para tentar conter a disseminação do vírus, a companhia disse que está avaliando o cenário por causa da pandemia global.

“Em relação aos negócios, o impacto potencial do coronavírus em nossa faixa de meta é ainda incerto. Adicionalmente, estamos avaliando nosso Capex e despesas operacionais, incluindo desenvolvimento de projetos e investimentos em exploração. Estamos também analisando o impacto dessa situação junto aos nossos fornecedores, clientes e prestadores de serviços”, afirmou a Nexa em nota.

No Brasil, a companhia afirma que as operações estão funcionando normalmente, mas que medidas estão sendo tomadas para proteger as atividades e a saúde dos funcionários. “Com relação ao projeto Aripuanã, embora as atividades de construção ainda não tenham sido afetadas, medidas e procedimentos adicionais estão sendo discutidos com nossos prestadores de serviço para mitigar qualquer impacto potencial da pandemia”, destaca outro trecho da nota, referindo-se ao projeto de zinco no Mato Grosso.

A Nexa informou que, no Peru, o governo decretou Emergência Nacional na semana passada por causa do Covid-19. Por isso, a empresa disse que paralisou temporariamente as atividades das minas de Cerro Lindo, Atacocha e El Porvenir, e que o smelter de Cajamarquilla terá seu ritmo reduzido, seguindo o período de quarentena determinado pelo governo peruano.

“As atividades de mineração no Peru estarão limitadas a operações críticas e a força de trabalho será reduzida. Nesse período, o smelter de Cajamarquilla deve operar com até 50% de sua capacidade nominal de produção e com força de trabalho reduzida”, disse a Nexa.

A companhia relata que foi formado um comitê corporativo para gerir os procedimentos preventivos nas operações e escritórios e algumas ações foram determinadas, como ampliação do home office para áreas administrativas, cancelamento de viagens, restrição de visitantes terceiros, medidas de higiene, entre outras.

“Em cada unidade operacional, foi criado um comitê local para garantir o cumprimento de um plano de ação em diversas frentes, sempre colocando a segurança e o bem-estar dos nossos empregados em primeiro lugar. Além disso, estamos monitorando constantemente o estado de saúde de nossas pessoas, com assistência médica 24 horas por dia nas unidades, em adição às medidas de higiene já realizadas”, declarou.

A Nexa disse ainda que, até o momento, não possui nenhum caso de coronavírus confirmado entre os empregados.

 

Fonte: Nexa / Notícias de Mineração Brasil

0
0