Operações de desmonte precisam de treinamento especializado, alerta consultor

Paul N. Worsey, Professor e Diretor Associado de Engenharia de Explosivos, Missouri University of Science and Technology, USA. Foto: Glenio Campregher

A mudança de mentalidade na prevenção de acidentes é fundamental para que seja possível evitar fatalidades. Isso envolve programas estruturados, que abrangem treinamentos constantes e bem direcionados, afirmou o especialista e consultor em explosivos Paul Worsey, em sua palestra “Segurança em operações de desmonte”, na tarde desta quarta-feira, durante a Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM), realizada pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM).

Ele explicou que acidentes acontecem porque os procedimentos não são aplicados corretamente. “Em geral as pessoas estão no lugar onde não deveriam estar, rochas voam para onde não deveriam voar, e detonações são executadas de forma equivocada”.

De acordo com ele, no país símbolo do capitalismo, a prevenção de acidentes se tornou também um ótimo negócio. “O grau de profissionalismo aumentou muito dos anos 80 pra cá. E o que mais mudou? A implementação de novas tecnologias para solucionar problemas antigos, como o uso de drones. A segurança da rocha vai resultar na segurança da detonação”, disse ele.

Os pilares deste trabalho, segundo o especialista, são atitude, gestão, qualidade e experiência. “O papel do detonador também é fundamental. Sua habilidade de liderar pessoas e procurar o que é mais seguro para elas é de grande eficácia. É preciso ter atitude e ser bem treinado”, finalizou.

 

0
0