“Querô na Escola” promove sessão de cinema em Cubatão

Projeto, apoiado pela Copebras, atende cerca de 1.200 alunos anualmente e já produziu 182 filmes desde a sua criação

Para coroar o bom trabalho realizado durante o ano, o “Querô na Escola”, projeto apoiado pela Copebras, empresa do grupo CMOC International Brasil, exibiu na tarde de ontem, 12 mini-metragens realizados por alunos em 2017, em uma sessão no Cine Roxy do Parque Anilinas, em Cubatão (SP).

 Os pequenos filmes foram produzidos por alunos de escolas públicas municipais, de instituições de ensino da Baixada Santista e ainda por jovens de dois projetos sociais de Cubatão: o “Cubatão Sinfonia” e o “Sonhando Alto”. “O ano de 2017 foi muito produtivo. Expandimos as atividades para outros espaços educacionais e a troca foi tão rica quanto nas escolas públicas”, comentou a produtora do Querô na Escola, Antoniela Couto Lorenço.

 Os mini-metragens abordaram temas relevantes e próximos à realidade dos jovens, como depressão na adolescência, diálogos entre pais e filhos, empoderamento feminino e amizade. “Estamos satisfeitos com a qualidade do trabalho apresentado e, principalmente, com as temáticas abordadas, que promovem a inclusão e contribuem positivamente para o desenvolvimento dos jovens”, destacou a gerente de comunicação e gestão social da CMOC, Ana Cláudia Gallo.

 Além da exibição dos mini-metragens, o Cine Roxy recebe, na próxima terça-feira, dia 12, mais uma sessão de estreia, só que agora dos jovens das Oficinas Querô em 2017. Na ocasião, serão exibidos dois filmes roteirizados, produzidos, dirigidos e finalizados pelos jovens do projeto. O documentário “ESTIGMA” apresenta depoimentos de mulheres sobre racismo e a ficção “ANA”, que aborda a questão do racismo infantil e foi realizado por jovens de 14 a 18 anos das cidades de Santos, São Vicente, Cubatão e Praia Grande.

 Sobre o “Querô na Escola”

 A proposta do “Querô na Escola” é estimular a utilização do audiovisual por alunos e professores, como ferramenta de aprendizagem, tornando assim o ensino mais atraente e contribuindo para a permanência do aluno na escola.

 Atualmente, o projeto é aplicado em Cubatão, e anualmente, são atendidos cerca de 1.200 alunos de oitavos anos das escolas públicas do município, integrantes de instituições parceiras da CMOC, alunos de ETECs – escola técnica estadual e EJA – educação de jovens e adultos. O projeto recebeu no ano passado cerca de 220 profissionais da rede pública de ensino, mobilizando professores, gestores educacionais e diretores.

 O “Querô na Escola” teve início em Santos, em 2010. Desde então, já foram quase cinco mil alunos mobilizados (cerca de 1.880 alunos da rede pública de Ensino de Santos e 2.800 alunos da rede pública de Ensino de Cubatão).

 Sobre a CMOC

 A CMOC International Brasil é uma subsidiária da CMOC International companhia com um diversificado portfólio de ativos e criada na República Popular da China, em 2006. Atua no País com mineração e beneficiamento de nióbio e fosfatos, nas cidades de Catalão e Ouvidor (GO) e Cubatão (SP), por meio de suas empresas Niobras e Copebras. Gera mais de 5 mil empregos diretos e indiretos, em suas três plantas industriais e duas minas.

 Acesse www.cmocbrasil.com e conheça mais sobre a CMOC International Brasil e as operações.

0
0