Responsabilidade socioambiental: uma marca registrada da Bahia Mineração S.A.

Bahia Mineração S.A. (BAMIN) é uma empresa brasileira que iniciou sua formação em 2005 com um projeto pioneiro no Estado. O empreendimento denominado Projeto Pedra de Ferro pretende produzir 18 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, ser uma das mineradoras mais modernas do mundo e contribuir para transformar a Bahia no terceiro maior produtor de minério de ferro do Brasil.

Desde o início de suas atividades, a empresa trabalha para mudar paradigmas sobre a atuação socioambiental das empresas do setor de mineração por meio, por exemplo, da adoção de novas tecnologias aplicadas à restauração e a recuperação ambiental utilizando “soluções baseadas na natureza”, expressão cunhada pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), em suas práticas de produção de mudas, conservação dos recursos naturais e recuperação dos ecossistemas locais.

Estas práticas estão sendo implementadas nas áreas de compensação ambiental estabelecidas no entorno da Mina Pedra de Ferro e no Centro de Conservação Socioambiental da BAMIN (Figura 1) que fica localizado em uma das doze áreas de reserva legal pertencentes à empresa.


Figura 1 – Layout do Centro de Conservação Socioambiental da Bahia Mineração S.A.

Dentre as ações, destacam-se a criação de protocolos de produção de mudas nativas do cerrado e caatinga existentes nas áreas de influência do Projeto, que consideram, por exemplo, a melhor época de coleta das sementes, a forma mais eficaz de quebra da dormência, o substrato ideal para sua produção dentre outras informações relevantes; o uso de caldas e defensivos naturais (Calda sulfocálcica; Calda Bordalesa; Caldas naturais diversas; óleo de Nim; Biofertilizante líquido feito a partir de esterco bovino e água, entre outros), produtos utilizados na agricultura orgânica e que estão sendo testados pela BAMIN na produção de espécies florestais.

  
Preparação de substrato para testes em cada        Resultados das experiências com substratos para
Protocolos espécie a ser produzida.                         
a definição dos de Produção.

Na produção de mudas nativas está sendo testada a utilização do Hidrogel Agrícola com o propósito de verificar a eficiência desse polímero usado para absorver e reter grandes quantidades de água e nutrientes e disponibilizar para a planta a retenção de água em períodos de déficit hídrico, comuns na região.


Utilização de Hidrogel no plantio de espécies Nativas

Outras ações em fase de desenvolvimento pela equipe de Meio Ambiente da Bahia Mineração, estão relacionadas ao georeferenciamento das árvores utilizadas como matrizes para a coleta de sementes, com o objetivo de abastecer o banco de Germoplasma e, a marcação com uso de GPS (utilizando Sistema de referência Geodésico SIRGAS 2000) de todas as espécies ameaçadas que foram utilizadas em plantios realizados dentro do Programa de Proteção Florestal da Empresa. Destaca-se também à utilização de Veiculo Aéreo não tripulado (Drone) com foco no monitoramento das áreas em processo de recuperação ambiental.

  
Reposição Florestal utilizando espécies ameaçadas da região utilizando-se de georeferenciamento para acompanhamento de pega e crescimento.

A Bahia Mineração, desta forma, demonstra o seu compromisso com a conservação ambiental, desenvolvendo projetos que visam o bem-estar das comunidades do entorno e uma interação saudável com o meio ambiente, estabelecendo como seu alicerce as melhores práticas ambientais disponíveis no desenvolvimento de seu negócio.

11
-1