Setor mineral cria oportunidades para reaproveitamento de rejeitos da mineração

Em 1º de dezembro, o IBRAM e o MME vão organizar um evento virtual para debater o tema, de forma a contribuir para a formulação de políticas públicas, ações e programas direcionados ao reaproveitamento de rejeitos da mineração

As empresas do setor mineral têm avançado nas ações para a reutilização de rejeitos, estéreis e resíduos da mineração. Um exemplo disso é o projeto-piloto criado pela Vale para transformar os rejeitos em produtos para a construção civil, como blocos de concreto e pisos.

A fábrica foi construída em uma área de 10 mil m2 na unidade da Mina do Pico, no Complexo Vargem Grande, em Minas Gerais. Totalmente automatizada, a planta – resultado de um programa de Pesquisa e Desenvolvimento de R$ 25 milhões – será operada por oito mulheres e deve passar por dois anos de testes.  Segundo a empresa, a unidade tem capacidade para reaproveitar cerca de 30 mil toneladas de rejeitos e produzir 3,8 milhões de materiais pré-moldados para a construção civil. O projeto contará com a cooperação técnica do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), com dez pesquisadores atuando. O projeto ainda está na fase de testes. Os produtos fabricados a partir dos rejeitos serão usados internamente e também doados para as comunidades, prefeituras e parques.

O tema foi destaque em matéria do jornal O Estado de S.Paulo.

A utilização desse material é uma forma de buscar maior sustentabilidade e inovação na indústria mineral. Esse tema será debatido no dia 1º de dezembro, durante o webinar “Sustentabilidade no uso dos rejeitos da mineração: economia, regulação e aproveitamento”.

O evento virtual pretende debater o assunto de forma a contribuir para a formulação de políticas públicas, ações e programas direcionados ao tema, de forma participativa, para a promoção de uma mineração ainda mais sustentável. Atualmente, mais do que a disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, as novas demandas sociais apontam à necessidade de se buscar soluções para reduzir a geração de resíduos e promover o seu aproveitamento, pela reutilização e reciclagem.

O webinar pretende, também, apresentar ao governo, à academia, à sociedade civil e a potenciais consumidores, os novos produtos oriundos do reaproveitamento de estéreis e rejeitos da mineração como uma tendência abrangente, e não apenas como iniciativas pontuais.

O evento é uma promoção do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), tem o apoio do  Ministério de Minas e Energia (MME) e patrocínio da Vale. As inscrições são gratuitas, basta fazer inscrição aqui

Webinar terá 3 painéis

O seminário virtual será composto por três painéis e contará com a participação de consultores nacionais e internacionais, além de representantes de empresas, da academia, do governo federal e de órgãos reguladores. Na abertura, a partir das 9h, estarão presentes um representante das empresas de mineração, o presidente do Conselho Diretor do IBRAM, Wilson Brumer; o Diretor Geral da Agência Nacional de Mineração (ANM), Victor Bicca; e o Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (SGM/MME), Alexandre Vidigal.

No painel 1 será discutido o Futuro da Geração e Aproveitamento de Rejeito no Mundo. As demandas da sociedade por padrões globais de sustentabilidade exigem a implementação de boas práticas, entre as quais, aquelas referentes à geração, armazenagem e aproveitamento de estéreis e rejeitos. O painel contará com a participação de representantes do Conselho Internacional de Mineração e Metais (ICMM), do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e da mineradora Vale. O painel terá a moderação do CEO da Nexa Resources, Tito Martins.

No painel 2 serão discutidos o Aproveitamento dos resíduos, estéreis e rejeitos: aspectos técnicos e econômicos, com o objetivo de apresentar os exemplos de aproveitamento de rejeitos, geração de coprodutos e produtos, em especial para construção civil e agricultura. O painel contará com representantes da academia, de empresas, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os quais serão moderados pelo diretor-presidente do IBRAM, Flávio Penido.

No painel 3 serão discutidos os Aspectos Regulatórios e as necessidades de modernização de atos normativos com vistas a simplificar e a promover o melhor aproveitamento mineral. O painel contará com diretores da ANM e da SGM/MME, além da consultora e especialista Maria José Salum e do presidente da Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (ABIROCHAS), Reinaldo Sampaio, os quais serão moderados pela diretora jurídica da CBMM, Renata Ferrari.

Serviço

Webinar “Sustentabilidade no uso dos rejeitos da mineração: economia, regulação e aproveitamento”
Dia 1º de dezembro de 2020 – de 9h às 13h
Inscrição gratuita – www.webinaribram.com.br
Realização: IBRAM
Patrocínio: Vale
Apoio Institucional: Ministério de Minas e Energia

 

0
0