Consulta a empresas aponta retomada na contração de mão de obra no setor de rochas ornamentais

Dado foi apontado em levantamento realizado pelo Sindirochas e Centrorochas. Maioria das empresas afirmou que trabalha com capacidade total de produção.

Em nova consulta às empresas para acompanhar os impactos da pandemia no setor de rochas ornamentais, o Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) e o Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo (Sindirochas) registram expectativas de crescimento em setembro nos mercados interno (apontado por 62%) e externo (71%). No levantamento, 21% das empresas apontaram que têm planos de contratação neste mês.

O otimismo das empresas é justificado pelos números de agosto deste ano em relação ao ano passado. Metade daquelas com atuação no mercado interno registrou crescimento, outros 37% apontaram estabilidade no período avaliado. Já 66% das companhias com atuação no mercado externo registraram alta e, 21%, estabilidade. A consulta foi realizada entre os dias 01 e 06 de setembro e ouviu empresas localizadas em todas as regiões capixabas: Sul, Metropolitana, Central e Norte.

Entre os estabelecimentos participantes, 41% apontaram que têm atuado com capacidade total de produção, no entanto, cerca de 30% informaram que este uso está acima de 80%. Somente 7% disseram que têm operado abaixo da metade de suas possibilidades. Apesar do potencial produtivo da maioria, mais de 70% das empresas apontaram que há dificuldades para produzir. A principal delas é falta de mão de obra qualificada.

Há realidades diferentes para empresas de mesmo porte, atividades desenvolvidas e mercado de atuação, mas a coleta de informações realizada pelas duas entidades aponta um cenário otimista, com pontos que precisam ser trabalhados para que não ocorram travas no desenvolvimento econômico. Acesso a íntegra do material: https://bit.ly/2RcPQNn

7
-1