Mineração Rio do Norte investe R$ 3 milhões no combate à Covid-19

A Mineração Rio do Norte (MRN) completou um mês de suas ações para prevenção e enfrentamento à Covid-19 na região do oeste do Pará, onde opera mina de bauxita no distrito de Porto Trombetas, no município de Oriximiná. Ao longo desse período, a empresa investiu cerca de R$ 3 milhões na aquisição de equipamentos, como a doação de 900 testes rápidos, termômetros digitais, EPIs (Equipamento de Proteção Individual), como máscaras, luvas de látex, aventais hospitalares e material de limpeza. Os materiais devem chegar entre a primeira quinzena de maio e primeira quinzena de junho e serem distribuídos para os hospitais dos municípios de Oriximiná, Terra Santa e Faro.

A empresa também investiu na compra de 3.620 cestas para distribuição em 24 comunidades quilombolas e ribeirinhas, sendo que neste mês entregou 1.520 cestas, sendo que destas foram distribuídas cestas para 40 famílias indígenas que estavam em isolamento na comunidade de Cachoeira Porteira e 70 cestas para indígenas em Oriximiná. Para o início de maio, serão 2.100 cestas. O objetivo é evitar a saída de moradores da comunidade para regiões vizinhas e mantê-las protegidas ao longo desse período de confinamento social.

A MRN também tem investido em campanhas de prevenção nas comunidades por meio do projeto Quilombo. Diariamente, o médico do projeto, Jô Furlan, visita as comunidades da região para levar informações sobre transmissão da doença, o porquê de se fazer uma boa higienização das mãos e objetos de uso cotidiano, como redobrar os cuidados com os idosos e, sobretudo, a importância do confinamento social. A empresa também reforça sua campanha por meio de “barco-som”, plataformas digitais, rádio e WhatsApp.

A empresa mantém ativo desde o início de março, o Comitê de Crise do Plano de Contingência à Covid-19, que tem interface direta com um comitê geral formado por várias instituições e entidades da região, como as Associações Quilombolas (ARQMO, ACRQAT, Associação Mãe Domingas e AMOCREQ), lideranças comunitárias, Ministério Público do Estado do Pará, Universidade Federal Fluminense de Oriximiná (UFF), Fundação Nacional do Índio (Funai) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Semanalmente, a Diretoria de Sustentabilidade e Comitê da MRN discute com essas instituições ações conjuntas para o combate à Covid-19 na região.

Além das ações para as comunidades da região, a Mineração Rio do Norte vem, incansavelmente, zelando pela saúde e segurança dos seus empregados diretos e terceirizados, adotando diversas medidas preventivas, como o trabalho home office para os que atuam em áreas administrativas, a suspensão de atividades nas escolas e clube, campanha de prevenção pelos veículos internos, sanitização do Hospital de Porto Trombetas, supermercados e outros espaços no distrito de Porto Trombetas.

0
0