Instituto Alcoa abre inscrições para o Programa de Apoio a Projetos Locais 2019

Iniciativa vai apoiar ações nas áreas de educação com foco no ensino fundamental, empreendedorismo e geração de trabalho e renda

Transformar coletivamente os territórios em que a Alcoa está presente, a fim de torná-los mais inclusivos e menos desiguais, é o propósito de trabalho do Instituto Alcoa. Para contribuir com educação de qualidade e com o desenvolvimento dos territórios, o Instituto apoia projetos em suas áreas prioritárias desenvolvidos por organizações da sociedade civil e/ou poder público.

Em 2019, o Programa de Apoio a Projetos Locais apoiará projetos nas áreas de educação com foco no ensino fundamental, empreendedorismo e geração de trabalho e renda em municípios específicos de atuação e/ou influência da Alcoa: Juruti, Óbidos, Santarém, Faro, Terra Santa, no Pará; Nhamundá, no Amazonas; São Luís, no Maranhão e Andradas e Poços de Caldas em Minas Gerais, além de Divinolândia, em São Paulo.

Monica Espadaro, gerente de projetos do Instituto Alcoa, explica que a perspectiva em convergir esforços é de que o real impacto só acontecerá com uma atuação conjunta e sistêmica, envolvendo organizações da sociedade civil, gestão pública e outras instituições de Investimento Social Privado.

“Nós acreditamos na força da participação, da mobilização e do engajamento das pessoas para a transformação efetiva dos territórios e, por isso, queremos construir relações de confiança, gerando parcerias com organizações da sociedade civil e com as comunidades.”

Focos dos projetos – As ações propostas na área de educação devem atuar no fortalecimento da gestão municipal e do sistema educacional, na formação técnica e em gestão de profissionais da educação do Ensino Fundamental, no apoio à infraestrutura das escolas municipais de Ensino Fundamental, no apoio a iniciativas de Educomunicação e no fortalecimento de espaços de participação para os estudantes na escola (grêmios, mídia escolar, projetos de intervenção comunitária, etc.).

Já os projetos na área de geração de trabalho e renda e empreendedorismo devem estar relacionados a qualificação profissional para inserção no mundo de trabalho, apoio ao empreendedorismo e apoio a grupos produtivos e apoio a negócios sociais locais.

Critérios – Podem participar organizações da sociedade civil (OSCs), do Sistema S ou órgãos governamentais constituídos juridicamente há mais de dois anos. Cada organização pode enviar somente um projeto. As ações podem ser de implantação, expansão, aperfeiçoamento ou disseminação de propostas já existentes.

As propostas devem prever orçamento mínimo de 50 mil reais e duração de até dois anos, além de perspectiva de continuidade e sustentabilidade das ações após o encerramento do apoio do Instituto Alcoa.

Como contrapartidas, a organização proponente deve apresentar ao menos uma parceria financeira para o desenvolvimento da proposta que corresponda a, no mínimo, 10% do valor total do projeto, além de estratégias de avaliação e plano de divulgação do projeto, incluindo ações e resultados.

Inscrições – Para inscrever os projetos, as organizações devem acessar o Sistema de Gestão do Instituto Alcoa até 19 de julho, preencher as questões constantes do formulário e inserir os documentos obrigatórios.

Para apoiar as organizações interessadas, o Instituto Alcoa disponibilizou um Guia para Preenchimento do Formulário, além de um Guia de Orientações para Elaboração de Projetos, que detalha questões-chave e etapas às quais as organizações devem estar atentas na hora de elaborar o projeto, bem como o modelo de estrutura que deve conter a proposta.

Seleção – O resultado da seleção será divulgado após dia 04 de outubro. A análise, aprovação e acompanhamento dos projetos ficará a cargo do FICAS (assessoria contratada), de representantes de relações comunitárias (RCs) do Instituto Alcoa, das equipes líderes locais das unidades Alcoa, dos Conselhos Consultivos de Relações Comunitárias da Alcoa e da Diretoria e Conselho do Instituto Alcoa.

As propostas serão analisadas segundo critérios técnicos quanto ao projeto e à organização proponente. Relevância dos resultados e impactos esperados, estrutura e adequação da proposta, clareza na definição do público a ser alcançado, grau de participação da comunidade e do público no planejamento e acompanhamento das ações, histórico da organização, grau de reconhecimento da organização na comunidade onde atua e capacidade técnica e experiência no tema do projeto estão entre os critérios a ser considerados.

O edital do Programa de Apoio a Projetos Locais 2019 pode ser acessado no link abaixo: http://www.alcoa.com/brasil/pt/resources/Instituto_Alcoa/Programa_de_Apoio/2019/edital-programa-de-apoio-projetos-locais.docx. Dúvidas ou orientações devem ser solicitadas ao FICAS pelo pelo e-mail avaliacao@ficas.org.br. Em breve será disponibilizado o telefone 0800 (ligação gratuita) para tirar dúvidas.

0
0