Trilha Gold Capital visita o Instituto de Geociências da UFBA e estuda parcerias na área de mineração

Com projetos de exploração de ouro nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, a Trilha Gold Capital inicia tratativas para formalizar Acordo de Cooperação Técnica e Acadêmica com o Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (IGEO/UFBA) para ampliar o conhecimento científico. O grupo, que dispõe de um conglomerado de dez empresas voltadas ao desenvolvimento de uma mineração responsável e sustentável, avalia a contribuição da entidade na formação de recursos humanos, bem como em atividades de pesquisa e extensão.

O presidente da Trilha Gold Capital, Basel Ibrahim Al Jughami, e sua equipe, por meio de convite da Diretora do IGEO/UFBA, Dra. Olívia Oliveira, visitaram as instalações físicas da unidade acadêmica nesta segunda-feira, 11 de janeiro, incluindo o Centro de Excelência em Geoquímica do Petróleo, Energia e Meio Ambiente (LEPETRO) conhecendo as potencialidades acadêmico-científico-tecnológicas da instituição. “A Trilha Gold conta com os melhores talentos em diversas áreas da indústria mineral e acredita que a união com esta qualificada entidade poderá somar ainda mais para a excelência de nosso trabalho”, disse Basel. Dra. Olívia afirma que “a futura parceria com a Trilha Gold Capital promoverá capacitação mútua e ampliação das áreas de conhecimento”.

Trilha Gold Capital visita o Instituto de Geociências da UFBA e estuda parcerias na área de mineração
Trilha Gold Capital visita o Instituto de Geociências da UFBA e estuda parcerias na área de mineração – crédito: divulgação

Sobre a Trilha Gold Capital

O grupo abrange dez empresas voltadas para projetos de mineração e empresas de consultoria em geologia, geofísica, sondagem e cálculo de reservas. Fundada por Basel Ibrahim Al Jughami, um visionário que sempre acreditou em um modelo de mineração baseado em respeito ao meio ambiente, responsabilidade social e adoção dos mais altos padrões de tecnologia, a Trilha Gold Capital visa ser referência mundial em desenvolvimento sustentável na indústria de mineração de ouro. A companhia detém três projetos de mineração de ouro em desenvolvimento nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, cujo projeto em estágio mais avançado está localizado no município de Serrita, sertão de Pernambuco, com exploração prevista a partir de agosto de 2022.

Sobre o IGEO/UFBA

Essa Unidade Universitária conta atualmente com quatro Cursos de Graduação: Geologia, Geografia, Geofísica e Oceanografia, e quatro Programas de Pós-Graduação, à nível Mestrado e Doutorado: Geologia, Geofísica, Geografia, Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente, reunindo cerca de 1400 alunos entre graduação e pós-graduação. O Instituto tem se destacado na formação de profissionais e pela qualidade e quantidade de pesquisas desenvolvidas, alcançando elevado prestígio nacional e internacional.

0
0